Várzea Grande/MT,
-
4 Usuários Online
Já temos  visitas
desde o dia 03/03/2008
  MENU
  FILOSOFIA
  TEOLOGIA
- Sites de Teologia
- Sites de Filosofia
- A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
- Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
- Deus é um seio – Narrativas evangélicas
- Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
- Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Tomás de Aquino
Postado em:02/04/2016 às 15:51 
A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
Como diria Gonzaguinha, começaria tudo outra vez, se preciso fosse! Certamente não da mesma forma, até porque  nu
Postado em:28/03/2015 às 23:49 
Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
Apesar de lançado agora, há muito escrevi este artigo. O autor do livro do Eclesiástico afirma: “Não ordenou a ninguém s
Postado em:01/03/2015 às 15:28 
Deus é um seio – Narrativas evangélicas
No filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo, o que mais me impressionou foi a absoluta fidelidade de Nosso Senhor a Ele m
Postado em:17/12/2014 às 12:34 
Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
Um dos rituais judaicos para expiação dos pecados consistia no fato de toda comunidade colocar as mãos sobre um bode e c
Postado em:30/09/2014 às 17:54 
Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Há muito escrevi este texto. Não faço ideia em que gênero literário enquadrá-lo.  Também não julgo que seja desti...
Últimos Artigos
por: - Data:01/03/2015 às Horário: 15:28
Deus é um seio – Narrativas evangélicas
Anexos do Artigo: 

No filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo, o que mais me impressionou foi a absoluta fidelidade de Nosso Senhor a Ele mesmo, Verdade encarnada. Cristo é Ele próprio e, mormente em nossos dias, dizer isso não é simples redundância. Humilhado, caído, cuspido, rejeitado, flagelado, abandonado, zombado, crucificado, Ele ao mal não chamou bem nem ao bem chamou mal. De fato, Nosso Senhor provou com seus atos ser um varão perfeito. Peçamos também nós ao Pai que nos aproxime desta fidelidade, em qualquer circunstância, pois “Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem mal [...]” [Is 5, 20]. Máxime em nosso tempo, precisamos escutar o que diz o livro de Provérbios: “Absolver o ímpio e condenar o justo: ambas as coisas são abomináveis para Iahweh” [Pr 17, 15].

 Sobe |    
   Documentos da notícia:
 Deus_um_seio.pdf
  Copyright © filosofante.org.br 2008 - Todos Direitos Reservados