Várzea Grande/MT,
-
1 Usuário Online
Já temos  visitas
desde o dia 03/03/2008
  MENU
  FILOSOFIA
  TEOLOGIA
- Sites de Teologia
- Sites de Filosofia
- A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
- Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
- Deus é um seio – Narrativas evangélicas
- Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
- Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Tomás de Aquino
Postado em:02/04/2016 às 15:51 
A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
Como diria Gonzaguinha, começaria tudo outra vez, se preciso fosse! Certamente não da mesma forma, até porque  nu...
Postado em:28/03/2015 às 23:49 
Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
Apesar de lançado agora, há muito escrevi este artigo. O autor do livro do Eclesiástico afirma: “Não ordenou a ninguém s
Postado em:01/03/2015 às 15:28 
Deus é um seio – Narrativas evangélicas
No filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo, o que mais me impressionou foi a absoluta fidelidade de Nosso Senhor a Ele m
Postado em:17/12/2014 às 12:34 
Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
Um dos rituais judaicos para expiação dos pecados consistia no fato de toda comunidade colocar as mãos sobre um bode e c
Postado em:30/09/2014 às 17:54 
Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Há muito escrevi este texto. Não faço ideia em que gênero literário enquadrá-lo.  Também não julgo que seja desti...
Trabalhos Acadêmicos
por: - Data:28/11/2010 às Horário: 01:27
A existência segundo Tomás de Aquino
Anexos do Artigo: 

Este trabalho versa acerca da noção de existência no âmbito da ontologia tomásica. Ele trata do existir entendido enquanto ato de ser (actus essendi). Para desenvolver esta temática, teremos que definir alguns termos recorrentes na ontologia tomasiana: substância (substantia), essência (essentia), acidente (accidens), matéria (materia), forma (forma), ente (ens), ato (actus) e potência (potentia). Uma vez tendo procedido à análise destes termos, num esforço sintético, tentaremos relacioná-los com o ser (esse). Destarte, abordaremos a questão da relação entre: ser (esse) e substância (substantia), ser (esse) e ente (ens), essência (essentia) e existência, ser (esse) e ato (actus) e ser (esse) e perfeição (perfectione).

Privilegiaremos, a título de fonte, a Summa contra Gentiles (1258 a 1264), na tradução brasileira de Odilão Moura, revista recentemente (1996) pelo Prof. Luis Alberto De Boni e a Summa Theologiae (1266-1274) – obra-prima do autor – máxime na sua “Prima Pars”, composta entre os anos 1266 a 1272. Transitaremos por esta última na sua mais recente tradução brasileira – empresa de fôlego das Edições Loyola – e que resultou no aparecimento de nove volumes, entre os anos de 2001 a 2006. No que concerne aos comentadores de Tomás, visitaremos o clássico Le Thomisme. Introduction au Siystème de Saint Thomas D’aquin (1919) de Étienne Gilson. Frequentaremos a versão castelhana (1951) desta obra – única autorizada do original francês – por Alberto Oteiza Quirino: El Tomismo: Introducción a La Filosofía de Santo Tomás de Aquino. Lançaremos mão também do intróito de Luiz Jean Lauand, Tomás de Aquino: vida e pensamento – estudo introdutório geral (e à questão “Sobre o verbo”), disponível na obra Verdade e Conhecimento, lançada pela Martins Fontes, em 1999.

Segue anexa: versão revista, corrida e discretamente ampliada pelo autor

 Sobe |    
   Documentos da notícia:
 A_Existencia_Tomas_de_Aquino.pdf
  Copyright © filosofante.org.br 2008 - Todos Direitos Reservados