Várzea Grande/MT,
-
2 Usuários Online
Já temos  visitas
desde o dia 03/03/2008
  MENU
  FILOSOFIA
  TEOLOGIA
- Sites de Teologia
- Sites de Filosofia
- A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
- Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
- Deus é um seio – Narrativas evangélicas
- Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
- Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Tomás de Aquino
Postado em:02/04/2016 às 15:51 
A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
Como diria Gonzaguinha, começaria tudo outra vez, se preciso fosse! Certamente não da mesma forma, até porque  nu...
Postado em:28/03/2015 às 23:49 
Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
Apesar de lançado agora, há muito escrevi este artigo. O autor do livro do Eclesiástico afirma: “Não ordenou a ninguém s
Postado em:01/03/2015 às 15:28 
Deus é um seio – Narrativas evangélicas
No filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo, o que mais me impressionou foi a absoluta fidelidade de Nosso Senhor a Ele m
Postado em:17/12/2014 às 12:34 
Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
Um dos rituais judaicos para expiação dos pecados consistia no fato de toda comunidade colocar as mãos sobre um bode e c
Postado em:30/09/2014 às 17:54 
Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Há muito escrevi este texto. Não faço ideia em que gênero literário enquadrá-lo.  Também não julgo que seja desti...
Filosofia e Teologia
por: - Data:06/12/2009 às Horário: 22:08
A união entre filosofia e teologia em Tomás de Aquino
Anexos do Artigo: 

CAMPOS, S. L. B. A União entre Filosofia e Teologia em Tomás de Aquino. Guia prático de Teologia, São Paulo, p. 5 - 15, 28 jun. 2012. Com este artigo, cuja versão ampliada encontra-se neste Site, quebramos o silêncio sobre o que pensamos acerca da obra de Tomás de Aquino. Conforme o tempo vai passando, e nosso intelecto vai-se adequando às coisas que conhecemos, em virtude da união substancial de alma e corpo, o que assimilamos pelo pensamento, de algum modo, começa a repercutir em nosso corpo e, vice-versa, também a nossa vida ativa vai influenciando a nossa vida contemplativa. Não há que negar, embora a intelecção independa do corpo em seu ato, como a matéria da intelecção procede da experiência sensível, as disposições corpóreas influenciam o nosso pensamento e, inversamente, o nosso pensamento, de certa forma, tende a “encarna-se” em nós, a reproduzir-se na nossa forma de agir. Se observarem bem este texto, perceberão que o que tentamos mostrar, no final das coisas, é exatamente esta –  se assim podemos nos expressar –  simbiose, a saber, como a vocação de Tomás influenciou o seu pensamento. Na verdade, todo processo do conhecimento é um processo “psíquico-somático”, porque se os humores do corpo, a seu modo, influenciam no que conhecemos, o nosso psíquico, por seu lado, vai-se “materializando” em nossa vida, em nosso corpo e em nossos ditos e feitos. Assim, vida ativa e contemplativa – e o contrário também é verdadeiro, a saber, hábitos, costumes e pensamento – encontram-se em estreita sinergia. Nós não temos duas vidas, de sorte que o que pensamos se reflete no que fazemos, e o que fazemos –   se houver o mínimo de honestidade intelectual em nós –  vai-se conformando com o que pensamos. Neste sentido, entendemos que o chamado à vida religiosa e à santidade impregnou de tal forma o Boi Mudo da Sicília, que se estendeu e se concretizou também em sua obra. Tornamo-nos, pois, aquilo que conhecemos, máxime se amamos aquilo que conhecemos.

 Sobe |    
   Documentos da notícia:
 uniao_filosofia_teologia.pdf
  Copyright © filosofante.org.br 2008 - Todos Direitos Reservados