Várzea Grande/MT,
-
2 Usuários Online
Já temos  visitas
desde o dia 03/03/2008
  MENU
  FILOSOFIA
  TEOLOGIA
- Sites de Teologia
- Sites de Filosofia
- A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
- Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
- Deus é um seio – Narrativas evangélicas
- Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
- Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Tomás de Aquino
Postado em:02/04/2016 às 15:51 
A Ética Filosófica em Tomás de Aquino
Como diria Gonzaguinha, começaria tudo outra vez, se preciso fosse! Certamente não da mesma forma, até porque  nu...
Postado em:28/03/2015 às 23:49 
Humildade e exaltação: A dinâmica do amor
Apesar de lançado agora, há muito escrevi este artigo. O autor do livro do Eclesiástico afirma: “Não ordenou a ninguém s
Postado em:01/03/2015 às 15:28 
Deus é um seio – Narrativas evangélicas
No filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo, o que mais me impressionou foi a absoluta fidelidade de Nosso Senhor a Ele m
Postado em:17/12/2014 às 12:34 
Marxismo: A “sacrossanta” anulação do amor ao próximo por amor à humanidade
Um dos rituais judaicos para expiação dos pecados consistia no fato de toda comunidade colocar as mãos sobre um bode e c
Postado em:30/09/2014 às 17:54 
Deus, Filosofia e Vida – Uma primeira aproximação
Há muito escrevi este texto. Não faço ideia em que gênero literário enquadrá-lo.  Também não julgo que seja desti...
Teologia Natural Tomasiana
por: - Data:10/10/2008 às Horário: 16:53
A Natureza Divina em Tomás de Aquino: A Via da Negação
Anexos do Artigo: 

Neste artigo trataremos daquele conhecimento da natureza divina que podemos lograr pela via da negação em Tomás de Aquino. Procederemos da seguinte forma. Em primeiro lugar, exporemos as razões pelas quais Tomás julga ser impossível a obtenção de um conceito positivo da essência divina em si mesma, nesta vida. Em seguida, explicaremos, em suas linhas gerais, em que consiste o conhecimento que obteremos da natureza divina pela via da negação. Dando prosseguimento ao texto, aplicaremos a mesma via da negação, a fim de conhecermos algo das perfeições concernentes a Deus. Depois, buscaremos conhecer as relações existentes entre: perfeição e ser, perfeição e ato e perfeição e existir. Fá-lo-emos com o intuito de realçar o caráter existencial da nossa abordagem, fundamentada na “metafísica do esse” gilsoniana. Após acentuarmos a primazia do esse, trataremos de destacar algumas perfeições divinas, obtidas diretamente mediante a via da negação: a bondade, imediatamente decorrente da suma perfeição divina, a infinidade, a onipotência, a onisciência, a imutabilidade e a eternidade. Esforçar-nos-emos para evidenciar que uma decorre da outra. Por fim, concluiremos salientando que a multiplicidade das perfeições perfiladas não compromete a unicidade e a simplicidade da essência divina.

 Sobe |    
   Documentos da notícia:
 Via_Negacao.pdf
  Copyright © filosofante.org.br 2008 - Todos Direitos Reservados